21 setembro 2012

/

Quanto custa um filho

10 comentários:

  1. Dani, falando em dinheiro, filho custa o quanto você tiver. Pode custar uma fortuna (por aqui tem carrinho custando quase €1000) ou pode custar menos. Tanta gente por aí criando filho com salário mínimo.
    E concordo com você que achar tempo e disponibilidade de estar com eles, isso é mais difícil mesmo. Eu nem sempre consigo dar ao Erik a atenção que eu deveria, justamente por não me permitir deixar a louça suja na pia ou a cama desfeita.
    Um beijo e bela reflexão.

    ResponderExcluir
  2. L
    I
    N
    D
    O
    post perfeitooo...pra mim, o melhor do MUNDOOO (mas sem poder ir pra NY)..kkkkk
    Sem dúvidas , ter um filho é MUCH MORE do que dinheirooo, mas muuuito...
    Quero ter outro sabe, logo..mas fico pensando em todas essas coisas!!! Será que terei tempo pors 2? ou pras 2?rs
    bjao
    perolasdealanis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa Dani perfeito. Conheço (tenho na familia) pessoas que são tão apegadas a valores materiais, que acabam suprindo a falta de tempo com presentes. Acho que ai começa a deixar a coisa um pouco pior né...

    vou falar de mim, que não trabalho fora e mesmo assim não tenho todo o tempo que eu gostaria com a pequena.

    Pois ao mesmo tempo que estou com ela dentro de casa... eu tenho tarefas a fazer (roupa, comida, etc e tal) e as vezes ela me cobra de ir até ao quarto brincar com ela, bem na hora que estou com a mão na massa sem condições de largar a comida que está atrasada por exemplo... é bem complicado isso tudo.

    Claro que tem dias que esqueço a casa viro um Dalai Lama e saio correndo com ela pra outro lugar e nos acabamos, mais sabe, eu queria mais, muito mais e não só as vezes. O tempo tá passando rápido e az vezes da a impressão de que faltou preencher alguma coisinha que já se passou.

    Acho que o importante é sermos e fazermos sempre o melhor que podemos, não é?

    ResponderExcluir
  4. é isso mesmo Dani...e é pra sempre....isso é maravilhoso...admiro todas as mamães corujas que fazem questão de se dedicar aos pequenos....já falei com Deus, na outra vida quero ser mulher de novo,mas aqui entre nós, se eu tivesse $$, mas $$ mesmo, teria mais uns 3.

    ResponderExcluir
  5. Acho super chato situações assim, tudo o que o filho precisa muito é de atenção. Isto que realmente falta aos filhos. Nas reuniões da escola do meu filho fico observando a falta dos pais e os que aparecem e que dizem não ter tempo pra ensinar... Lamentável. Cris

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani, incrível, eu estava conversando isso ontem com o maridon...o qnt as pessoas não dão a atenção suficiente para seus filhos e suprem com presentes, idas ao shopping, etc!!!
    Acho a gente adequá nossa vida financeira ao filho, eu mesmo abri mão de mta coisa p poder dar mais conforto ao Arthur, não vou mais ao salão toda semana, abri mão da aula de dança, mas nada disso me faz falta...qnd vejo aquele sorriso banguela tudo fica azul da cor do mar!!!
    www.arthurnossorei.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Minha amiga que saudades!!!!!!!!!!!! É impressão minha ou também anda organizando melhor seu tempo, priorizando algumas coisas. Eu também concordo com vc, não é a toa que tenho três filhos. Juro que se fosse pensar no dinheiro, em todos os gastos, demandas e desejos teria desistido. Mas aqui estamos e vivendo fora do Brasil temos um olhar que se ampliou para o ser e menos para o ter, fazer. A cultura incentivou com que aproveitássemos mais e de uma maneira mais simples. Por isso aproveite a pequena Laura!!! Daqui a pouco essa fase passará... sentiremos tantas saudades!!!!
    Um grande beijo e dê notícias. Em breve nos conheceremos... já pensou nisso?

    ResponderExcluir
  8. É bem isso, acho que as pessoas deveriam pensar se tem tempo, se estão dispostas a abrir mão de muitas coisas, inclusive de suas carreiras e até alguns sonhos - não para sempre, mas talvez por algum momento.
    Eu confesso que não me preocupei muito com isso, achava que era fácil, afinal não via ninguém se queixando e estranhei todas essas mudanças na rotina...
    A questão financeira quando eles são bbs não pega tanto, afinal eles ganham tanta coisa e nem precisam de tanto assim, foi por isso que tive uma segunda filha, se soubesse o preço das coisas (escola, tênis e que ficaria desempregada) acho que teria parado no primeiro, rs.
    Que bom que eu não sabia, agora tenho minha caçula fofa aqui comigo ;)
    Bjus

    Rafa
    www.rafaelando.com

    ResponderExcluir
  9. Concordo plenamente! Dizem por aí que o importante é a qualidade e não a quantidade de tempo que se fica c/ os filhos e confesso que antes de ter filho eu tbm pensava assim, mas hoje acredito qua a qualidade do tempo é importantíssima sim, mas a quantidade tbm é! Educar, criar laços, exige muuito tempo e disposição.

    ResponderExcluir
  10. Dani, lindo, real e perfeito teu texto...eu, que nem trabalho fora, acho que nunca estou o suficiente pro Theo, ontem por exemplo, a casa tava uma zona generalizada, pia transbordando, marido querendo janta, chão cheio de biscoitos pisados e eu cozinhando e limpando ao mesmo tempo...e Theo?Brincando sozinho no chão...mas não do jeito que ele gosta, pois quando brincamos juntos ele sorri, adora, ele tava com uma carinha de triste...me deu um aperto, queria poder brincar mais com ele, mas a casa tava lá me olhando...
    Eu acho que mãe devia ter um dia com 34 hs rs!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para viajar no comentário! =)
Ele será respondido por aqui mesmo, ok?

Beijas!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 


up