05 julho 2012

/

Da próxima vez...

46 comentários:

  1. Olá ... é impossivel não vir até aqui e ficar ligadinha em cada palavra (vc prende o leitor minuto a minuto muito bom) ... eu tb não me canso deste assunto "maternidade" eu me sinto como se fosse um quebra cabeça infinito onde cada dia agente encontra o destino de uma pecinha diferente .....

    um beijo em vc e na pequena Laura

    ResponderExcluir
  2. Vim conhecer seu blog e adorei, já estou seguindo.
    Espero sua visitinha tambem.
    beijos
    maede4princesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Dani é isso mesmo... querer é poder. A gente aprende com todas as experiências vividas. Com certeza, a segunda será bem melhor e você estará bem mais tranqüila. Por sinal, será logo, logo? rs rs rs Um beijo grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Celi, meu bem, nem tão logo... hahahahaha... quero engravidar daqui 2 anos... não sei...
      Vamos ver - só sei que para logo não é!!!

      Beijos, queridona!

      Excluir
  4. Uhuuuu! To aqui pro que der e vier, viu? Adorei os planos!

    Só uma observação: vc disse que nao quer parto humanizado, mas vc talvez estivesse querendo escrever natural. Pois parto humanizado quer dizer "com respeito", onde a mulher tem sua vontade atendida, o ambiente é tranquilo, acolhedor, as luzes são naturais ou bem fraquinhas e a equipe está comprometida com vc e seu bebê, sem olhar pro relógio, sem inventar desculpas pra intervenções desnecessárias.

    Um ótimo livro que eu li e que abriu minha cabeça foi "parto ativo" da janet balaskas. Acho que vc iria gostar.


    Beijos!

    Ps: nada do presentinho??? Fiquei triste...:(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luuuu, é isso-isso-isso!!! Humanizado, sim, em casa, não!

      É isso mesmo, quero poucas luzes, musiquinha ambiente, essas coisas... quero sim!

      Obrigada pela dica do livro, obrigada!

      No gift... =(

      Sem problemas, obrigada de qualquer forma, por tudo!

      Beijos grandes!

      Excluir
  5. Dani
    Eu leio seu blog diariamente e adoro,mais nunca comentei.Só que esse texto nossa parece que sou eu falando, tudo igual amoooo esse assunto maternidade , gosto mais ainda de encontrar alguma parente grávida , e falar sem parar , nossa acho que elas se cansão de ouvir ... e como vc tbm fiz uma cesárea , que eu escolhi naquele momento , e agora penso muito em um próximo parto PN.
    PARABÉNSSSSSS ,seus textos prendem agente na frente do pc.
    Bjus
    Carol , mamis da Mariana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carollina, muito obrigada! Muito obrigada mesmo!

      Fico suuuuper lisonjeada, obrigada!
      =)

      Beijos!

      Excluir
  6. Acho q todo mundo tem vontade de fazer diferente na segunda gestação. Eu por exemplo me senti muito feia na primeira, me sentia coitadinha, gravidinha e feia. Na segunda fui as compras e fiquei linda, até o oitavo mês por que o verão não me fez bem e eu inchei fiquei deformada, rs. Até meu chefe me mandou pra casa com medo de uma explosão da minha pessoa, rs.
    E que bom que está animada para uma segunda gestação!
    Bjus

    Rafaelando.com
    Adoro seus comentários lá no blog, imaginado vc falando tudo isso pessoalmente, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso aí, Rafa!! LINDEZA TOTAL!
      =)

      Na segunda gestação eu quero é me sentir bem!!!! hehehehe

      Beijos!

      Excluir
  7. Dani, adorei teu texto, só me senti um pouco frustrada, não sei se frustrada é a palavra certa, pois queria tudo isso que vc falou, sem o parto em casa e tals, mas agora com a médica dizendo que a Raquel tem que vir de cesárea me deixou meio encucada. Na verdade nem é o fato de ser cesárea, é o fato dela ter dito que vamos marcar a data. Será que eu estou sendo embalada em conto de médico que quer fazer cesárea sem necessidade? Mas confesso que tô com um medo desgraçado do normal. Bah, quanta coisa na minha cabeçaaaa!! rsrsrs

    Adorei teu post, beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapha, não se sinta frustrada... eu acho que você pode esperar a Raquel dar os primeiros sinais de que está pronta para nascer para depois fazer a cesárea, mas se a sua médica acha melhor agendar o dia, vc tem que conversar com ela... entender as razões e, no fim, acreditar nela, pq é fundamental confiarmos no nosso obstetra!!

      Espero que dê tudo muito certo com vcs!

      Beijos!

      Excluir
    2. Oi Rapha, qual é o motivo que sua médica alega pra fazer a cesa? Ao contrário da Dani, eu acho que você deve confiar na sua intuição. Se algo diz que pode ser diferente, por que não mudar? A Luciana Benatti, autora de Parto com Amor, um lindo livro com fotos e relatos de partos, mudou de médica com 36 semanas, porque sentiu que não teria suas escolhas atendidas. Eu mudei duas vezes de médico também, a segunda vez com 30 semanas. Procure um grupo de apoio como esses que a Dani mencionou (GAMA ou Casa Moara) e vai ver se não dá pra fazer como você quer. Livre escolha! O parto é seu. bjs, Patrícia

      Excluir
  8. Dani.. vou fazer coros as meninas.. !!! Como vir aqui e não ficar presa até o fim do post???
    onde assino???
    Se pudesse só falava em maternidade, trabalhava com esse universo e engravidava logo.. mas.. nem tudo é na hora que queremos.. pq como queremos pode ser sim.. !!!
    Eu fiz muitas coisas das quais quero muito repetir no segundo... mas tbm quero viver outros lados com uma nova gestação (daqui a dois anos)!!!

    É isso.. parabéns pelo post!!!!
    Bj grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. wow, ficando ruborizada com esses elogios... muito obrigada, muito obrigada!!

      Eu tbm quero engravidar daqui 2 anos (ou mais).

      Beijos e obrigada novamente, Martha!

      Excluir
  9. Oi Dani

    leio seu blog quase todo dia, mas nunca comentei.

    Hoje, no entanto, não podia deixar passar...

    Primeiro, queria te falar que é muito emocionante ver sua transformação como mãe, como mulher, refletida aqui nesse seu espaço. Lembro de ter lido seu relato de parto há alguns meses e, depois, o relato de parto editado e agora esse post... lindo!

    Eu ainda não sou mãe. Estamos nas tentativas há algum tempo, já sabemos o que tem de errado e vamos ver o que se pode fazer. Mas, ao contrário de vc, nunca entendi esse negócio de cesárea eletiva. Pra mim, isso nunca foi uma opção. Mas foi por um acaso, procurando informações sobre prolactina (a minha estava muito alta e por isso não estava ovulando...), que cai no mundo da blogosfera materna e nunca mais saí. E só então fui descobrir o que era parto humanizado, quais são as condições do parto normal hospitalar, e a banalização das cesáreas nesse nosso país.

    bom, a historinha toda acho que nem tem nada a ver. Me perdi na minha própria falação. haha. Mas a questão é que não entendi essa de vc não querer parto humanizado. Como assim? quer os partos frank que existem por aí? desrespeitosos? Talvez vc queira dizer parto natural, ou parto domiciliar, não?

    beijos pra vc

    e ó, seu blog é um dos meus favoritos. :)
    e ó 2: te entendo total. Imagina vc que eu, que nem grávida estou e nem mãe sou, fico tentando não jogar todo o meu "conhecimento" sobre maternidade ativa, parto humanizado e tudo o mais com as amigas, amigas de amigas, professora de pilates, TODO O MUNDO! pareço uma doida.

    ResponderExcluir
  10. :) agora q atualizei a página e vi os comentários... e com o da Lu Azevedo eu entendi o que vc quis dizer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehehehehe entendeu?
      SICONFUNDI! =)

      quero parto humanizado, siiimmm!!!! êêê!!!!
      =)

      Beijos!!!!

      E obrigada! =)

      Excluir
  11. Dani querida acho que mãe que ama maternar é MONOTEMÁTICA....hehehehe
    Sou assim como você...Falo porque amo... E acho que canso os outros a minha volta....hahahaha
    Quanto a ter o segundo bebê te conto como é em novembro, ok...hehehe Acho que deve ser mais fácil quando o assunto são so sustos que a gente tem no primeiro, pois tudo é desconhecido... E aquele ser vem sem manual de instruções. No segundo a gente já escreveu nosso manual.
    Baby daqui 2 anos??? Arruma antes vai.. rs

    Amiga também vou tentar diferente dessa vez... Vamos ver..

    Beijocas
    Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol!! Baby daqui dois anos OU MAIS!
      =)

      me conta depois como é ter o segundo filho tendo a primeira capricorniana, do dia 20 e chamada Laura, tá?
      Vou anotar TUDOOOO!!!

      hehehehehe

      beijos!

      Excluir
    2. Pode deixar que contarei tudinho.. Mas elas são sagitarianas... Quase capricornianas...hehehehe

      Beijocas :)

      Excluir
  12. Dani,

    olha eu aqui de novo! Endosso o coro de que seus posts são magnéticos - é verdade. A gente começa e não consegue mais parar! Adoro isso. Ainda mais eu que escrevo pra caramba e fico meio sem jeito de bombardear as pessoas com meus textos gigantescos (inclusive nos comentários, vai vendo), fico super feliz de ler textos que me prendem, independente da extensão! :)

    Bom, vamos por partes. Primeiro, outro elogio, porque você merece: adoro gente que tem capacidade de autocrítica e que não tem medo de mudar por conta disso. Eu admiro demais! Eu sou extremamente autocrítica, estou o tempo todo repensando tudo que eu faço, falo, penso... mas não tenho essa capacidade de expôr o meu processo, não publicamente. Se falo, é apenas com minha companheira, porque nem com meus pais consigo me abrir assim. E você não, você vem aqui no blog, um espaço público, e coloca mesmo todo o seu processo, suas dúvidas, seus arrependimentos... Que lindo isso! Parabéns por não ter medo de mudar. :)

    Olha, eu que nem sou mãe ainda, sou apaixonada por esse universo. Ultimamente, então, tenho sido a maníaca do bebê alheio! Tenho uma prima e a filhinha de uma amiga com dois meses de diferença apenas, as duas bebezinhas, e as mães "sofrem" comigo (sofrem nada, espero que não pelo menos). Estou o tempo todo mandando textos, dicas, presentes (elas moram longe, infelizmente), querendo fotos, vídeos, o que mais tenho direito (ou não tenho, mas finjo que tenho)... Sou apaixonada por crianças desde sempre, ser mãe sempre foi um sonho (que há de se realizar), mas ultimamente tenho sido "sugada" por esse universo materno-infantil. E amo! Tô aprendendo tanto com os blogs que leio diariamente! Por mim, também trabalharia na área. Infelimente, meu ramo não tem nada a ver com o assunto... Mas quem sabe no futuro, né??

    No mais, boa sorte em toda a nova caminhada. Tentar algo novo é, ao mesmo tempo, excitante e assustador, né?? Por isso, sorte e muita garra, pra lutar pelos seus novos sonhos de maternidade!

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lorena!!!

      Obrigada, menina! Obrigada, obrigada!

      Super obrigada....

      Não é fácil a autocrítica, mas ela é necessária, né? Eu acho que faz parte do processo de amadurecer. E, acredite, quando nos tornamos mães, amadurecemos anos em meses, é uma loucura!!! Ou eu estou aberta a aprender e mudar, ou não vou crescer... é uma escolha. Eu não amadureço o tanto que deveria, mas tbm não me culpo das escorregadas que dou, faz parte.

      O universo materno é fantástico, não é? Fico feliz em saber que até as não mamães (AINDA hohoho) ficam encantadas com ele. De fato, é fascinante.

      Torcendo para o dia de vc ser mãe chegar logo! =)

      Beijos! E obrigada pelo constante carinho aqui no meu bloguinho!

      Excluir
  13. Oi Dani!
    Que legal o seu plano de parto, super no caminho certo pra um parto e maternagem feliz.
    Eu sou mãe de três e minha última foi VBA2C. Não foi fácil consegui-lo nenhum médico queria. Só que eu acreditei tanto que cheguei até o final e foi um final de 6 horas de TP, 54cm e 4k 250g, totalmente natural. Graças a informação, querida, ler, ler e ler até o último dia, ouvir a experiência das outras e sim apoio é fundamental, junto com informação não há quem te pare.
    E olha eu pari com 38 anos (mãe-avó), 42 semanas, duas cesárias prévias, e hemoróidas. Indicações fáceis pra cesária eletiva, aliás o que não é indicação pra eletiva ainda?
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentiiiiiraaaaaaa!!! Mentira que vc conseguiu um VBA2C!!!!!!! Não acredito!!! Vc é única na história da medicina brasileira!!! Rosa, que bacana, que bacana!!! E como vc conseguiu, quem peitou o teu parto, um obstetra? E com 54 cm e 4.250??? hauhauhauhauahuahuha que fantástico, estou super feliz com a sua história, super feliz mesmo!!

      Que honra, que bacana, que fantástico vc ter comentado aqui, obrigada, Rosa!

      Vamos que vamos, tudo é possível, não é?

      beijos!

      Excluir
    2. Rosa, quase chorei com sua história! Parabéns pela coragem, pela perseverança, por não ter desistido do PN... Nossa, que força! Parabéns!

      Excluir
  14. Dani...não se preocupe, adoro suas informações! Aliás, prefiro ouvir de você do que ler aquele monte de livros que você me emprestou...estou ficando deprimida com tantas informações... afinal, tantos problemas podem acontecer... e vc só me conta coisas boas!!! KKK...BJSS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nati, cucu... fique tranquila, nada de ruim acontecerá, não. Os livros falam muito, de tudo, abrangem vários problemas, exames, diagnósticos... mas é pq eles têm que falar sobre TODAS as situações. Não é assim, não.

      O Henrique está lindo, crescendo, engordando, amadurecendo... daqui a pouco poderemos vê-lo no ultrassom! =)

      Beijos grandes!!!

      Excluir
  15. Hj lendo o seu texto fiquei pensando: que pena que não acompanhei tudo desde o começo, quero dizer, que pena que não conheci seu blog no tempo em que vc estava grávida: acho que poderia haver muita coisa em comum. Vc falou sobre as mudanças para a próxima gravidez e 3 delas também quero pra mim, se eu, um dia, tiver coragem de engravidar novamente: menos Baby blues, menos neurose de " estou fazendo a coisa certa?" e, principalmente, a coragem de encarar um parto normal- no hospital, de preferência. E nunca, nunca mais e quarto coletivo.Se eu pudesse voltar no tempo, era isto que eu faria.
    Tenha um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Josie!

      Realmente, tem muitas coisas que eu tentaria fazer diferente, mas o baby blues acho que é um dos principais (e sobre o qual temos menos controle, não?).


      Tentemos diferente na próxima vez!

      Beijos!

      Excluir
  16. Ai Dani, nada como ter informação para termos o poder das coisas né? Mas vou te falar, viu, que a mudança que rolou no segundo por aqui foi das grandes! Na minha primeira gravidez eu me odiava e depois que passou tudo eu pensava: "que bobagem, na próxima vou curtir mais estar grávida, vou aproveitar a barriga,vou amar mais o momento..." pra quê? eu me odiei igual, detestava estar grávida, não me olhava no espelho e quase não tenho fotos, tal qual a primeira vez!

    Agora,de uma coisa tenho certeza,o segundo filho faz a gente ser melhor para o primeiro. A gente relaxa em algumas coisas, no sentido de perceber que tem aspectos que não merecem ser tão valorizados que a gente melhora ainda mais. E sim,só dá pra encarar ter vários filhos se temos um marido parceirão que abrace a causa do mais velho nos primeiros meses, se não é só stress.

    ah,não li os coments anteriores, mas tu não precisa parir em casa para te rum parto humanizado. parto humanizado é o parto em que a mulher e bebê são respeitados quanto as suas vontades e bem estar físicos e psicológicos (de verdade! não só chamando de mãezinha!)
    que venha @ segundinh@

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lô!
      Adorei!!!

      Eu realmente quero tentar fazer diferente, mas tenho medo de não conseguir, por aspectos que estão completamente fora do meu controle, por exemplo, ficar mal-humorada na gravidez.... tipo, eu fiquei MALA sem alça totalmente chata na primeira gestação, coisa de louco. Espero não ficar assim de novo... mas vai saber, né?

      Nada como ler, saber, conhecer, tentar fazer diferente e conseguir melhorar uma experiência que, por si só, já é maravilhosa!

      É isso mesmo, eu me corrigi (nos comentários), quando falei do parto humanizado. Eu quero um parto humanizado sim!!!! hohohoho (sinal de que preciso ler mais, né?)! hahahaha

      Beijos grandes, excelente fim de semana para vcs!

      Excluir
  17. Dani, querida, eu adorei tudo que soube agora da nova Dani, novos planos!
    Eu juro que acreditei quando você, depois de ouvir minhas histórias, dizia preferir a cesárea, embora ainda não estivesse nem grávida. Lembro que você queria saber de tudo, e respeitava minhas escolhas, embora deixasse claro que não serviam pra você. Que boba eu de não ter sido um pouco mais chata... de ter me sentido meio ET e não ter insistido um pouco mais pra te convencer a fazer diferente quando chegasse tua vez. E que azar eu não ter ficado mais do seu lado quando grávida, porque juro que teria sido mais pentelha. rs
    É como você falou: não era o que você queria naquele momento, e aí, não tem jeito.
    Agora que você está animada a fazer tudo diferente, quero poder te ajudar no que for preciso. Posso indicar obstetras que possuem uma taxa de cesárea dentro do que é recomendado pela OMS, doulas, grupos de apoio, livros, relatos de parto, enfim, o que você quiser saber.
    O primeiro conselho que dou é: não deixe pra entrar nos grupos de apoio só quando engravidar. Por que não entra antes? Nesses grupos, você vai conviver diariamente com histórias como essa que te impressionou acima, a do VBA2C, 38 anos, 42 semanas. São muitas as gestantes/mães nesses grupos em situações que a maioria dos obstetras aprendeu a enquadrar como cesárea, mas porque eles não têm a menor noção (nem interesse) de acompanhar parto vaginal. Só de ver as dúvidas que surgem, você aprende muito a identificar certas picaretagens e também se convence a cada dia do poder do feminino, da sua capacidade de controlar seu corpo e de conquistar um parto SEU. Você vai alcançar tudo isso que você mencionou, eu não tenho a menor dúvida. :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pati, querida... obrigada... obrigada!!! Obrigada!!!

      Obrigada mesmo!

      Viu que mudança gigante???? Pois é... a gente muda mesmo, a maternidade tem esse dom...

      Claro que vou entrar em contato com vc assim que engravidar de novo (o que não vai ser agora) para saber tudo isso, conhecer esse pessoal e tentar fazer diferente!!

      Obrigada por tudo!

      Beijos!

      Excluir
  18. Dani querida,
    Sem muita propriedade para falar deste assunto, mas concordando muito com sua postura!!! Parabéns!!! Bj, Ju

    ResponderExcluir
  19. Mas ser mãe de primeira viagem é assim mesmo, tentar acertar e errar muitas vezes... aprender com os erros e não cometê-los novamente...
    Bjus, Genis ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Genis?????

      Pelo menos, tentar...

      Beijos!

      Excluir
  20. Problemas com amamentação, qndo a gente QUER amamentar, é uma desgraça, né? Eu fico me imaginando toda pimpona com um neném agarrado no peito, mas em vez disso tenho uma bomba Philips...mas me afeiçoei a ela nesses últimos 5 meses de uso.
    Acho q alåem da casa Moara, vc pode conseguir uma doula q te acompanha no hospital, se assim vc quiser.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, Yara... quando nós queremos e não conseguimos, é péssimo, horrível...

      Vou procurar, sim. Quando eu engravidar, ninguém vai me aguentar!!
      =)

      Beijos!!

      Excluir
  21. Dani!!! Que saudades!!
    Guria parece que foi eu que escrevi esse texto, assim como vc tive uma cesária eletiva, não consegui amamentar... foi um caos.. também prometi que em uma segunda gravides vou fazer tudo diferente!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudade, Juuuuu!!!!

      Vamos fazer tudo diferente!! =)

      Beijos!

      Excluir
  22. Palmas, palmas, palmas pra vc!
    Amei o post!
    E eu assino embaixo...eu faria TUDO, eu disse TUDO diferente do q fiz com a Anna Laura!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Dani quero assim também! Tentar um parto normal sem empurra empurra de cesárea e visitas quero o mínimo possível e o que mais quero mesmo, é um mês só meu do novo bebe, do Edu e do Nino. Só. De tudo o que mais me irritou mesmo foi o numero de visitas que vinham passar a tarde comigo no pôs parto. Foi muito difícil e chato. E o pior tinha visita que aparecia sem avisar. Eu desgrenhada, com sono e a campainha tocava com uma visita surpresa!!!!!! Sacola!
    Daniiii sobre a marmitinha, compra em casa de embalagem, faz uma arte e manda imprimir em papel adesivo e cola na tampa da marmita! Coloca docinhos dentro!!! Se precisar de mais dicas te mando por email lacazm@hotmail.com bjocassss

    ResponderExcluir
  24. é Dani tenho certea q TUDO será diferente na próxima, sua cabeça já mudou muito e amadureceu, será uma gestação planejada e consciente do q vem depois....q Deus t abençoe com outro bbzinho assim q vcdesejar!! bjs...
    filhoS acredito eu, são nossa melhor escolha!!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para viajar no comentário! =)
Ele será respondido por aqui mesmo, ok?

Beijas!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 


up