14 junho 2012

/

Sobre a maternidade e o melhor post do mundo

27 comentários:

  1. Que post perfeito! Adoro seu jeito direto e descontraído de escrever! Parabéns pelo talento com as palavras e pela linda filha Laura!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Identificação do primeiro ao último paragrafo! O nosso Pedro tb não foi planejado, e a hora marcada foi uma das coisas que mais me tranquilizou... Escrevi um post sobre isso ontem! rs

    Beijao
    Mafe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mafê, às vezes a gente tem que se apoiar em certos preceitos que não são bem vistos... sinto mto... era o que eu precisava e ponto.

      Entro mais tarde no seu blog para conhecer!

      Beijo!

      Excluir
  3. Dani, acho que nunca fiz um comentário no seu blog, mas esse texto está inspiradíssimo, principalmente o começo que é tão difícil tanto para as mãe quanto para as "não-mães"(existe isso será? me encaixo nessa segunda opção! rs)
    Lembro exatamente o dia que vc escolheu a sua cesárea eletiva, vc tinha tanto medo, tantas dúvidas (óbvio, mãe de primeira viagem), mas pra vc e pra Laura, acho que foi a melhor opção mesmo! Quem sabe no segundinho (vai ter né? rs) vc não espera a bolsa estourar como vc mesmo disse!
    Acompanhei boa parte da sua vida grávida e posso dizer que vc se empenhou e se empenha todo dia, não pra ser a melhor mãe do mundo (também né), mas pra ser a melhor mãe que a Laura poderia ter!
    To torcendo pelo seu post! Por mim vc já ganhou amiga!
    Te amo
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amorinha...
      Amei!

      Amei! Amei!

      Obrigada, obrigada!

      SIEMOCIONEI!

      Beijos enormes, te amooo!

      Excluir
  4. Ai que texto fofo! Ainda que muitas das minhas escolhas tenham sido diferentes das suas, acho que maternidade é isso: fazer suas próprias escolhas, sem julgar ou desmerecer quem escolhe diferente. E achar que as suas sao as escolhas certas rsrsrsrs.
    Adorei seu texto Dani. Super sincero, auto-confiante e verdadeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Karen, nós temos nossas escolhas, elas são únicas e individuais, temos que respeitar quem fez diferente... todos têm uma razão...

      Beijos!!

      Excluir
  5. Sou a favor de cada uma ser a melhor mãe que puder ser! Também fiz e faço muitas coisas "criticáveis" pelas radicais, mas sempre com reflexão e por escolha minha. Cada mãe conhece seu filho, a si mesma, ao marido e família. Portanto, cada mãe SABE SIM o que é melhor. E o melhor não é igual pra toda mãe. Nem pra todo filho, ouso dizer. Maternidade consciente pra mim é isso.
    adorei, querida!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que sabe, MH! Tenho certeza que as mães (a maioria) faz tudo pelos filhos, faz o melhor que pode e acredita ser viável.

      Beijos, queridona!

      Excluir
  6. Amei seu texto muito sincero!! Acho legal ser dona das suas ideias e do que faz bem a todos, desde que pondere. cris

    ResponderExcluir
  7. Sua história é muito parecida com a minha, nunca fui mãe fodona, rs. Ao contrário, queria fazer tudo ao contrário, se diziam que eu choraria, eu não chorava, se diziam que eu não ia querer sair e deixar a cria com a avó, eu saía... como fui boba e hoje a maternidade me pegou de jeito e babo, choro pelas minhas filhotas e assim como você, faria algumas coisas diferentes.
    Bjus
    Rafaelando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa, acho que é bem isso... a gente repensa e se puder, faz diferente algumas coisas (e repete muitas das outras).
      A maternidade é isso, é aprender, é fazer o SEU MELHOR e não comparar o filho, não se comparar a outras mães... cada um é um (óia que filosófico, hein?).

      Beijos!!!

      Excluir
  8. eu sinceramente acho que é isso que falta na blogosfera: gente que bate no peito e diz "eu sou diferente", "eu nao sou perfeitinha como a maioria". Acho que o proximo passo é a gente falar com naturalidade na blogosfera sobre nossos pontos de vista que sao do contra (cesaria eletiva, nao amamentar, nao usar organicos, dar acucar, deixar chorar, dar leite de madrugada...), sem precisar ficar usando esses indicadores do tipo #paradesesperogeral, #todaschora ou #todasjogapedra. Otimo!

    ResponderExcluir
  9. Autenticidade, a gente vê por aqui!

    adorei o texto!

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Adorei a postagem... Vou deixando por aqui o meu blog pra se você quiser me fazer uma visita também
    Bjoos

    http://simplicidadepenochao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Dani, era esse mesmo que tinha que ser o seu texto para concorrer ao concurso da Limetree!! Eu me lembro quando você escreveu da primeira vez, e acho que um pouco de naturalidade e sinceridade sempre cai bem. Afinal, somos todas humanas, certo? Vou votar sim, mas não estou achando o link do seu post lá na página... Me manda? Aliás, fica a pergunta, pode votar em mais de um? Porque tá todo mundo pedidno voto e eu já votei em outro antes de ver o seu...
    Ah, aproveito para avisar que reativei meu antigo blog - nem sei se vc se lembra dos outros comentários que já deixei aqui, mas sou mãe da isabella e moro no Canadá. Fica aí o endereço, vou adorar receber sua visita: http://www.patitando.blogspot.com
    bj!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pati,
      Postei no seu blog (no texto antigo), claro que me lembro do seu blog, vc me ajudou taaaanto na época dos saltos da Laura (até linkei o teu blog - mesmo que desativado - ao meu post da época).

      Espero que volte com tudo, estou ansiosa por conhecer mais de vcs!

      Beijos e obrigada pelo carinho sempre!

      Excluir
  12. Dani, sua forma madura, centrada de ver as coisas e o mundo são fantásticas. Parabéns!! Mais um voto para seu post amiga! Boa sorte!! Bjs, Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juju, obrigaadaaa!

      Sabe que estou votando por algumas pessoas que realmente acho que merecem ganhar (eu, myself & Dani hohoho brincadeira), e vc com certeza está entre elas. Tenho 5 que gostaria mto que ganhassem, qlq uma... ficaria feliz. E vc está nas TOP 5, tenha certeza! O seu texto do portão é magnífico, eu chorei no dia que li...

      Beijos!!!

      Excluir
  13. Ohhhh minha amiga ainda bem que postou novamente aqui e apareceu no meu roll de blogs de novo. Sabe que li no final de semana e queria tanto ter comentado, porém com o Lucas no colo acabei deixando para depois e adivinha.... esqueci.
    Mas adorei seu post. Acho que está certíssima de mostrar aqui realmente quem você é. Leio tanto e acho que há tantas flores no jeito de ser, de agir. Você está de parabéns pela sinceridade, por ser autêntica e falar, compartilhar um tanto da realidade. Pois, duvido quem seja tão certinha assim....
    beijos e já votei, aliás já tinha feito isso. Boa sorte querida.

    ResponderExcluir
  14. Minha filhaaaaaa, adorei!!! Adorei a nova cara do blog adorei o post (como todos os outros), está claro e muito bom. Éssa é você!!!
    Vamo que vamo, vou divulgar no face, UHUUUUUUUU
    bjão te amoooooooo

    ResponderExcluir
  15. Dani, conheci o teu blog há pouco, estou lendo alguns post aleatoriamente. Adoro ler blogs da blogosfera materna, apesar de não ser mãe ainda, e até recém criei um. Adorei esse post! A-mei a metáfora de pentear os cabelos (acho que foi em outro post). E é isso mesmo: tratamentos diferentes para cabeleireiras e cabelos diferentes. De tanto ler, já tenho alguns pensamentos sobre como chegar a minha hora. Tenho um rascunho pra um post, mas enquanto ele não vem... Eu quero parto natural de preferência domiciliar. É bom para o bebê? É. E é o MEU sonho, tem a ver com a minha história, então ótimo casar as duas necessidades. Livre demanda, criação com apego, cama compartilhada?? Ainda não sei, mas tenho a forte impressão de que isso mudaria muito o MEU casamento, o casamento que eu e o meu marido amamos, e sinceramente, prefiro um bebê que não mame até os dois, que durma no seu quartinho e que se apegue a outras pessoas também (Pq papai e mamãe amam viajar sozinhos), do que um bebê filho de pais separados. Posso estar sendo radical, quando acontecer tudo vai mudar, mas é como eu penso hoje.

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para viajar no comentário! =)
Ele será respondido por aqui mesmo, ok?

Beijas!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 


up