06 junho 2012

/

Cansada da perfeição materno-bloguística

28 comentários:

  1. Dani, concordo em gênero, número e grau com a vossa pessoa. E diferente de vc, eu deixei de acompanhar alguns blogs, porque toda vez que eu visitava, no fim, eu acabava me sentindo uma mãe de merda. Não sei porque algumas pessoas gostam de pintar as coisas como perfeitas e a gente sabe que na hora do 'vamu vê', as coisas não funcionam assim. Eu sou a melhor mãe que a minha filha pode ter, assim como vc é a melhor mãe que a Laura pode ter. Cada uma do seu jeito, sem conflitos, sem competição de quem é melhor. bjus

    ResponderExcluir
  2. Nossa olha aqui outra desligada. Dani tive uma leve ideia do que estava rolando, mas não procurei entender tudo, não fiz questão. Então, me conta esse babado todo...rs rs rs
    Na verdade, acho que escreveu muito bem. Concordo plenamente que ninguém é perfeito, cada mãe tem seus erros e ninguém vive num mar de flores.
    Sabe que não me preocupo muito em escrever sobre assuntos polêmicos, escrevo para registrar meus momentos vivendo na Alemanha, escrevo para compartilhar um tanto sobre a educação, desenvolvimento e marcos dos meus filhos. Para quem? Para minha família (que vê e mora no Brasil), para minhas amigas, para minhas amigas blogueiras (se me considerarem, é claro!) e para mim.... exclusivamente para meu registro. Sei que muitas não gostam do jeito que escrevo, da exposição que faço dos meus filhos, através das fotos e desenhos. Mas quer saber? Não faço de maneira alguma por mal, para mostrar e, apenas para registrar. Gosto! E outra somos diferentes, pensamos de maneiras diversas.... Acompanho muitos blogs e faço isso por que gosto de me informar, de trocar figurinhas, de aprender um tanto com as outras amigas. Mas não espero nada, nada demais....
    Com o tempo vamos nos identificando, aproximando mais de umas amigas, realizando a leitura assídua de alguns blogs. Hoje tenho meus preferidos, mas acompanho um tanto de outros e não comento!
    Deveria ser uma união, algo tranqüilo e prazeroso e não uma competição, uma querer mostrar mais que a outra. Né?
    Ao mesmo tempo, acho tudo tão tranqüilo, talvez não consiga ver um tanto do que acontece... Beijos, beijos

    ResponderExcluir
  3. ADOREEEEEEEI
    aiai e como isso tudo cansa! Eu sou tão de boa... tbm não estava sabendo de nada, tem hora que não da pra intender porque passar tanta perfeição nas coisas... =O

    ResponderExcluir
  4. Dani, você escreveu o que eu queria mas não teve saco de escrever!
    Sabe meu blog ta la largadinho primeiro por causa do processo e da falta de tempo mas a principal razão foi pq me senti a pior das mães quando voltei a trabalhar e virei uma mãe que "terceiriza" o filho!
    Eu que fiz cesária, não amamentei, agora trabalho pronto sou uma megera! Ahh que saco!
    Como você disse somos todas mães que amam seus filhos, essa competição cansou!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliani, vamos criar um clube, as mães megeras hahahaha. O Nicolas está com 4 meses, meu leite secou e volto a trabalhar no final de julho. A menos que e ganhe na Mega Sena até lá, ele vai para a escolinha (mentira, mesmo que eu ganhasse, eu gostaria de mandá-lo pra escolinha pelo menos meio período, tem tanta criança bacana, atividades e etc que acho que quem vai sofrer sou eu e não ele!). Eu nem sei o que foi esse auê na blogosfera #adesligada. Mas assim que li "largadinho por falta de tempo" me identifiquei! Vamos nos ajudar ao invés de nos criticar!!! Bjs!

      Excluir
  5. Dani estou sem palavras!!
    Também vejo muito isso acontecendo por aqui, tem hora que penso que só minha filha chora, não dorme, fica chata e todas as outras crianças são perfeitas, que eu sou a unica mãe que erra, que quer sair correndo as vezes por não aguentar tanta pressão, que sou uma monstra por ter decidido amamenta só até um ano por não aguentar a dor de ser mordida e precisar voltar a ter um pouquinho de Independência!!! Esse texto lavou minha alma!!
    E espero de verdade não ser uma dessas mães ai rsrs, pq se for eu não percebi. Sou uma mãe de primeira viagem cheia de duvidas com muita vontade de acertar cheia de vontade de compartilhar minhas experiencias, e a maioria dos textos eu escrevo para minha filha.
    Adorei seu post, e quero te agradecer pelo comentário lá no blog me ajudou muito!! E vou procurar os posts aqui!!
    Bjos!!

    ResponderExcluir
  6. Ai Dani, eu gosto do teu blog porque dá pra ver que tu conta a verdade nua e crua.

    Acho que essa competição sempre existiu:

    -tua bebê já anda? a minha já! andou com 10 meses! e blá blá blá

    me lembro desse papo entre as amigas da minha mãe. hoje, pelo fato de podermos ter contato com o número maior de mães, isso acontece em grande escala. O maior problema é a mídia trazer à tona e reforçar esses rótulos mais mãe/menos mãe. Gerando culpa, autoafirmação e um monte de coisas que só fazem mal pra maternidade. Cada um é cada um. Como você disse: cada filho é único e cada mãe tbm é única.

    beijos

    ResponderExcluir
  7. querida, td já tive esse bode. Passou e sabe como passou? Entrei num modo de cagar quase que completamente pro que me incomoda. Leio, reflito, filtro, aprendo, sigo em frente. E assim dá certo pra mim. Sem essa pressao toda, pq de cobrañça já basta eu mesma.

    e uma coisa engraçada: "Se a mãe, como eu, não milita pôrra nenhuma, só escreve bobeiras, só diz o que lhe convém, na hora que convém, bacana também" - SOU EU! Até o nome do meu blog diz isso! E por isso que adoro isso aqui, vc é como eu: interessada em compartilhar, trocar, de boa.

    ;)

    beijao

    ResponderExcluir
  8. Precisava ler isso algum dia ...começei a pouquissimo tempo com essa vida de blog, e na maioria das vezes lendo outros blogs me sinto deprimida, deprimida mesmo sabe. Tenho 22 anos e não sou aquela mulher bem resolvida e decidida, passo todos os dias por provações e incertezas com minha filha e meu namorido. Não foi uma escolha minha ser mãe aos 22, mais agora que sou tento ser a melhor mãe( para ela). E depois que entrei na blogosfera materna, já não sei mais se sou. Tem blogs que leio e vejo as coisas que a mãe faz e eu não e cara acho o máximo (sem deboches, o máximo de verdade) pra ela que faz (como o seu), mais tem blog que eu me sinto cobrada, parece que só ela é a boa e certa ( bem como você falou). Amei esse post e vai lavar a alma de muita gente. Adoro ler vocês ( blogueiras) e gosto de contar para o meu pessoal sobre minha filha (por isso fiz o meu), as vezes eu ate devo escrito algo que oprimi alguém, mais sem intenção, mais tem um mulherada por ai que sinceramente... se acham a mãe perfeita que faz tudo perfeitamente bem. Mesmo que algum dia eu pare com meu blog, acho q sempre vou vir aqui, ler você!! Virei fã assumida agora! beijo

    ResponderExcluir
  9. Amei o seu post...o seu desabafo é o meu também! Nós mães já temos tanta coisa pra nos preocuparmos e ainda por cima temos que aguentar a militância da "perfeição", que, claro, ninguém é admitida abertamente ( aliás, se há algum comentário sobre tal "militância" , tal militância é negada na hora- mas todo o contexto textual do post não nega este discurso)
    Eu estou feliz em não ser perfeita. Sem pirações! Há muitas outras coisas pra se preocupar também na nossa vida!Por isto que gosto de falar de tudo um pouco...
    Bom feriadão!

    ResponderExcluir
  10. Concordo com vc... Mas em qual planeta eu estava que nem eu sei o que aconteceu??? Acho que estava brincando com a Laura e nem reparei...rsrsrs
    Me atualiza PU FAVÔ!!!

    BJOSSSS
    Carol

    ResponderExcluir
  11. Então Dani, quando comecei no blog eu senti o peso destas coisas todas que você descreveu e fiquei perdida. Acredita? Bobagem sem tamanho...rs
    Hoje escrevo porque escrevo, porque foi um jeito bacana de eu homenagear o meu filhote, de falar de mim, dele e da vida. Não tenho pretensão nenhuma de levantar bandeira e os blogs que eu mais gosto são os mais simples. A gente aprende muito com mães simples, sem a verborragia do politicamente correto. Expor opinião é de cada um, mas é de cada um, não tem que ser de todo mundo. E se alguém faz algo melhor do que eu em alguma coisa, eu tenho certeza de que eu faço algo melhor do que o alguém em outra coisa. Preocupar pra quê, né? Os filhos tendo saúde física (tipo, sem anemias e infecções) e emocional (sendo alegres como as crianças devem ser e caminhando como caminha a Humanidade), como não dizer que está certo? Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.
    Quanto aos medos, olha que eu sou espírita e me vi APAVORADA quando assisti Atividade Paranormal 2... Deus do Céu, nunca mais! O pior é que era medo totalmente infundado, por bobices de uma mãe que não tem o que pensar melhor no momento...rs, agora da lagartixa...ai...apavorante! Aliás, eu tenho medo, medo mesmo é só de quatro coisas: ficar doente, ser presa, avião e lagartixa. O resto eu me adequo...rs
    Bj!

    ResponderExcluir
  12. Dani, sabe o que eu acho da perfeição? Chaaaata... sempre achei. Você é ótima. Divertida, alegre, com falhas, verdadeira e mãe de uma das coisicas mais fofas que já vi. Bjks

    ResponderExcluir
  13. Olá, gostei do seu post e não acredito em perfeição, me poupe!!!! Sei lá o que rola nestas cabeças e que nem acredito de que seja assim tão certinho. Oh!!! Desculpa, prazer sou a Cris, mãe do Bruno e que fiz o blog porque meu filho teve um problema na visão piuco conhecido. Quando puder vá lá e leia minha historia e ficarei feliz. Já vou ficando e te seguindo pois gostei do seu jeito!!! Cris

    http://olhopreguicoso.blogspot.com.br/2011/07/bem-vindo-aos-mundos-dos-pequenos.html

    ResponderExcluir
  14. Ahahah e eu perdi esse barraco materno? rs.
    Estou com as barbas de molho depois que fui comentar no FB sobre o assunto: não gosto de beijar na boca dos filhos... fiz a besteira de deixar meu comentário (não gosto e acho feio) e logo fui chamada para a briga por outra que gosta, ahahaha
    Eu sou phena benhê, deletei meu comentário, chamei a colegue no cantinho reservado pedi desculpa por ter opinião própria sobre o assunto e saí de fininho, rs.
    Aprendi nunca mais comento nada, que se matem! kkk

    ResponderExcluir
  15. Adorei!Até porque no meu blog tem mais Fail Materno que acerto rsrs!Para mim, o objetivo de blogar deveria ser unicamente trocar experiências,sem essa de briguinhas e X versus Y...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  16. Adorei, Dani! Concordo em gênero, número e grau!
    Parabéns pelo post, adorei!
    Nívea

    ResponderExcluir
  17. Nossa, também sou desligada, perdi o barraco :-)
    Mas a minha opinião é como a sua: quem quiser fazer diferente que faça. Viva a liberdade de opiniões, não é mesmo? Detesto lição de moral. Eu compartilho no meu blog as coisas do meu dia-a-dia e conforme o meu entendimento, claro. E não faço isso para arrumar seguidoras e sim para compartilhar um pouquinho da minha vida com as pessoas que são importantes pra mim.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  18. Ahhh... Mais uma vez vc conseguiu escrever aqui o que mtaa gente pensa... inclusive eu!
    Acho que rola uma certa "competicao" de qm eh a melhor mae...
    Fazer oq!!! Quem perde somos nos mesmas... pq fica um clima chato!
    Tem gente que faz blog pra guardar memorias, e tem gente q faz blog pra militar... sei la...
    Mas uma coisa eh verdade, tem blog q a gente le soh pra ver qual o mais novo "absurdo"! hahaha!!
    nao eh o caso do seu... adoooro suas historias...
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Heim? Tô bege Danizita minha linda, o que foi que eu perdi? Adorei este post, aliás, vai escrever bem assim...
    Também me chateio muitas vezes, vc viu meu desabafo. Eu também escrevo como um registro, como um desabafo e também para blindar um pouco meus filhos de tanto preconceito. Se estou certa, não sei, mas que me fez bem, isso eu tenho certeza!!
    Apoio e compartilho seu desabafo!! Beijão, Ju

    ResponderExcluir
  20. Obrigada pela visita e tá vendo que bom que já sabe um pouco sobre o olho preguiçoso. Sempre que puder apareça viu!!! Vou te colocar nos meus favoritos pois adorei seu post e já vou ficando. Cris

    ResponderExcluir
  21. Ai, adoro seus posts, adoro seus rompantes!!!! Eu não faço a menor ideia do que anda rolando por aí, pois ultimamente tenho acompanhado uns 5 blogs se muito. To vivendo quase que numa bolha bloguística, hahaha. E no tempo que eu tinha mais tempo, também fazia que não via e como vc tirava só o que era bom pra mim.

    Mas adorei seu texto!

    Beijos, lindona... (com pesar que o presente ainda não chegou aí. O que terá acontecido????)

    ResponderExcluir
  22. Adorei Dani! Não acompanhei muito os blogs essa semana, mas a maternidade cor de rosa sempre existiu... isso também me incomoda. Bastante.
    Um dos primeiros posts do meu blog fala exatamente sobre isso. Com quanto tempo seu filho andou? Como você da o banho? O que seu filho come?... sinceramente, só interessa a mim. Cada mãe tem um jeito de maternar. Do meu ponto de vista a “Minha Maternidade” é perfeita e a sua e a da fulana também. Sempre fazemos o melhor para os nossos filhos. Fazemos o nosso máximo. Toda mãe erra, aprende, cresce junto com o seu filho... isso é ser perfeito. A perfeição esta no aprendizado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi Dani.. acho q vc leu o mesmo post que eu... tive um "ataquezinho de piti" depois de ler certas coisas.. e de ver alguns comentários pelo face... Isso cansa.. ! Juro!
    Eu já estou quase sem tempo de postar e de visitar os blogs q gosto.. quando consigo é para ver que sou 'mãe de merda' pq não vivo no meio do mato e não pinto meu blog de preto em protesto.. ah tá.. !!!!
    Estressa essa coisa, viu!!!
    Em fim...
    Apesar disso, sempre descubro que tem muita gente boa por aqui.. e que a troca (e boas risadas) valem mais a pena do que ir para a guerra!! heheh
    Bj grande!

    ResponderExcluir
  24. Nossa, devo ter me perdido no quarto do meu filho e não vi o barraco online! Ainda bem, porque sou mãe de primeira viagem e tenho certeza de que não faço tudo certo, mas acho que é como alguém comentou aí em cima (e desculpa por não lembrar seu nome!), eu sou a melhor mãe que eu posso ser para meu filho. Vamos continuar nos ajudando e não criticando!
    Tô adorando seu blog, muitas informações bacanas e muito bom humor, que é disso que uma mãe precisa!

    ResponderExcluir
  25. Este post chamou minha atenção pelo título, fiquei curiosa pra ler e adorei!

    Sabe, já fui bem mais autêntica quando comecei a escrever o blog, mas agora confesso que muitas vezes penso duas vezes antes de escrever pra não ser crucificada. Parece que uma vez não era assim e as mães se ajudavam e se respeitavam, até porque cada mãe tem o SEU filho né, e cada uma faz o que acha que é melhor para o SEU filho, mas... tem cada uma. Acho que fiquei de fora aí do aconteceu porque este ano eu ando bem devagar...

    Queria saber o que vc foi que vc leu que te fez escrever este post...

    Beijos
    Ju

    ResponderExcluir
  26. Adorei Daniela! Porque uma coisa é compartilhar historias, vivências e opiniões proprias outra bem diferente é querer enfiar uma doutrina materna goela abaixo das pessoas. Como se nos mães ja não sofressemos bastante pressão do mundo la fora, agora também temos que abanar a cabeça para a prepotência das senhoras conhecedoras de todas os saberes do mundo... affee! Olha, acho que inclusive tenho menos paciência que você porque depois que começa a me irritar eu excluo mesmo do blogroll, viu! Pô, sermão virtual comigo não! Me inclua fora dessa, cruzes!
    Abraço!!!

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para viajar no comentário! =)
Ele será respondido por aqui mesmo, ok?

Beijas!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 


up