10 maio 2012

/

Chororô - não é a dupla musical sertaneja...

20 comentários:

  1. putzzz, é fo...go!!!
    no mínimo ela sentiu sim a diferença do berçário, dos amiguinhos, mas tudo que é novo dá trabalho.
    essa FASE logo passa e vc vai estar aí toda contente nos contando... vou torcer por aki..
    bjão pras 2
    perolasdealanis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Dani será que ela está no inferno astral???? Afinal os 17 meses estão chegando....(brincadeira amiga)
    Te entendo.... Chororô, por mais amor que exista, cansa, estressa... Não tem jeito de não perdermos a paciência... Mas ela é pequena e ainda não sabe se expressar... Acho uma forte possibilidade essa mudança repentina da escola para casa.... Uma pessoa "estranha", diferente das professoras da escola, sem amiguinhos... Não deixa de ser uma mudança brusca na vida desse pequeno ser...
    A Laura está assim também... Mas só quando a contrariamos... E o pior que ela quer fazer tudo o que não pode.. Ou seja, contrariada quase sempre...hahaha
    A opinião de uma mãe de primeiríssima viagem TALEQUALE você: acredito que ela esteja vendo que o choro é uma forte arma...
    Mas espero de coração que SEJA SÓ UMA FASE E VAI PASSAR....
    Ficarei de olho nas dicas das outras mamães também....
    E não esquenta quanto ao giz.... Não se sinta em débito por favor....:)

    Beijocas
    Carol

    ResponderExcluir
  3. Vc deve estar exausta!!
    Não posso te aconselhar, pq ainda não passei por isso.
    Mas deve ser uma adaptação, ela está passando por mudanças e isso causa estresse!
    Espero que tudo entre nos eixos!!
    Bjos!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Dani (olha eu querendo ser intima)!
    já faz um tempinho que leio você e gosto muito dos seus desabafos, das suas verdades, sem meias palavras. Elisa ( minha filha) está assim mais ou menos no meu caminho ( com algumas diferenças) da a Laura. E me desculpa mais vou ficar butucando seu blog pra ler os outros comentários, que serão beeem úteis para mim tbm!!
    Acho que o melhor a fazer será sempre repetir o mantra, contar até 1000 respirar fundo, e escutar mais um pouquinho de chororo!! E nada como dia após o outro! leitora já sou, seguidora irei virar hoje! beijoos beijos

    ResponderExcluir
  5. Oieeee!
    Sou uma daquelas leitoras q sempre lê, desde o começinho... e nunca, nunca, nunquinha comenta nada...tb pq nem sei como se faz direito...kkkk... sou lerda virtualmente...
    Tem coisa q fico sem jeito de dar pitaco, afinal nem mãe sou ainda...MAS (sempre tem um "mas")
    Senti uma vontadezinha de colocar mais uma caraminhoca na sua cabeça...

    Será q é só uma fase da Laura mesmo??? Ou ela tá reagindo do jeito q ela sabe a alguma coisa errada que anda acontecendo na sua casa? Tipo, tá dizendo "Mamãe tem algo errado aqui, presta atenção"
    Casos de mudança repentina de personalidade (para o mal), ficando agressiva, chorona, excessivamente chata pode ser reflexo do jeito que a sua babá a trata...
    Ah inumeros relatos... alguns bebes ficam timidos, medrosos, chorosos (existe chorosos?!) alguns ficam agressivos, meio que pertubados...

    Só averigue... pq realmente pode ser só uma fase da Laura mesmo...

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani, tudo bem? Então, te leio há um tempão mas nunca "saí da moita" porque me sinto meio tosca de dar opinião sem ser mãe, masss, sei lá, hoje resolvi me manifestar.

    Olham se fosse comigo, a primeira coisa que eu pensaria seria em maus tratos por parte da babá, como sugeriu o anônimo. Mas acompanhei a sua alegria ao descobrir que a Celina estava livre para cuidar da Laura e já sei que vc a conhece "de outros carnavais", que ela é calminha, enfim de total confiança. Portanto, acho que podemos descartar isso né.

    Acho q é só estranhamento por parte da Laura mesmo. Muitas vezes um bebê/criança estranha uma pessoa por um motivo mínimo, que em nada está ligado ao caráter da pessoa ou como ela a trata. Eu tinha uma priminha que só de ver o esposo de uma tia minha, ela chorava horrores, gritava apavorada, sendo que ele nunca tinha feito nada, nem nunca tinha ficado sequer um segundo sozinho com ela! Ninguém nunca conseguiu entender, acho que era simplesmente pela cara dele rsrsrs.

    Bom, falei falei e não disse nada né?! Sorry, espero um dia poder ser mais "útil" em algum tópico rsrs Beijos e força aí.

    ResponderExcluir
  7. Sei bem o que vc tá passando, passei por isso a um tempo atrás, minha dica: não se desespere, isso acontece com a maioria das crianças, não sei se querem chamar atenção ou sei lá oque, mas é comum.
    Bj muita paz e paciência vc vai precisar!

    ResponderExcluir
  8. Oi, querida, tudo bem?
    Sei bem como é essa coisa de "fase"... Parece que nunca vai passar, mas de repente passa (thank God!).

    Mas, nesse caso, tenho a seguinte opinião: a Laura tem o choro como uma forma de comunicar-se e creio que ainda é muito inocente para usá-lo como chantagem/birra ou qualquer coisa nesse sentido... Então acho (veja bem, acho - porque é só uma teoria, ok?) que realmente alguma coisa está incomodando sua pequena... Seria a mudança de rotina? Alguma alteração no sono? Estranhando a comida de casa/a babá, etc? Tédio? ...? Acho que seria interessante dar uma investigada, ela pode estar querendo te dar um recado (como sugeriu a amiga acima).
    Desculpe ter dado tanto pitaco... Mas tenha certeza que foi na melhor das intenções e na expectativa que tudo volte aos eixos em breve!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  9. Oi Dani: como nossas filhas tem a mesma idade praticamente, acho que dá pra eu dar um "pitaco", afinal vc não está sozinha nesta: não acho que seja a mudança de creche para babá que tenha produzido o efeito chororô, pois a minha filha tbém tem estado assim, mesmo continuando na rotina de sempre. Deu até de chorar na entrada da creche, coisa que não fazia antes. Segundo a profa dela lá, ela diz que isto é normal da fase que elas estao passando ( o chororÔ e, no meu caso, a desobediência) pois agora querem fazer só o que querem, não o que queremos. Desde que as regras também estejam acompanhando tais mudanças, tudo está bem. Como sou pouco experiente nisto, estou acreditando nesta ideia. E vamo que vamo com estas nossas bebezinhas lindas...
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Será que tu não consegue passar um dia ou uma tarde com a Celina e a Laura pra ver qualéquié a rotina delas? Observar todos os detahes... Sei que ela é da tua confiança, mas não custa nada né? Acho difícil a Laura estar estranhando por não estar no berçário. Bebês dessa idade amam ficar em casa tranquilinhos e no cantinho deles mas também se entediam facilmente. Orienta a Celina em relação à algumas atividades que ela pode fazer com a Laura: tipo colocar música, DVDs, brincar com certos tipos de brinquedos, contar uma estória, picar papel.

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Ohhhhh minha amiga... vamos dar as mãos. Também estou passando por uma fase nada fácil, melhor, meu filho Thomas. Hoje mesmo escrevi sobre isso e até fiz referência a você. Tá? Espero que não se incomode.
    Agora, quanto a pequena Laura também acho que é uma fase. Melhor, que está acontecendo tudo junto e misturado (assim como escrevi no meu post). Acho que foi uma mudança para ela e também acho que influência sim ela ver você todos os dias na hora do almoço. Será que entende realmente que você vai trabalhar? Acho que o fato de antes estar na escola era diferente de permanecer em casa. Uma relação nova com outra pessoa também....
    Mas vai passar. Ela começa a demonstrar um tanto da personalidade... Ela faz birras para chamar sua atenção, mas nada que o tempo e o carinho para superar tudo isso!
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  12. Acho que é um pouco de tudo o que vc falou, falta da escolinha, ainda não criou vínculo com a babá e criança gosta de rotina e ela provavelmente está estranhando essa mudança. Eu li em um livro que os bbs se cansam com muitos estímulos, por isso acho que vale reforçar a rotina repetindo todos os dias algumas atividades, como é na escola, assim ela se sentirá mais segura do que vai acontecer depois, rs.
    E tem a fase tbm... que como tudo nessa vida passa! rs.
    Um ótimo final de semana,
    Divirta-se. Bjus.
    Rafaelando

    ResponderExcluir
  13. Dani, muita mudança pra ela, né? Além disso, tenho reparado isso aqui com a Nina, quando eles têm a oportunidade de ficar mais com a gente, como é o seu caso e o meu agora que reduzi pela metade o horário dela na escola, não adianta dar só a mão porque eles querem o braço todo. Ela vê que você vai almoçar em casa e, claro, que ela não quer que você vá embora. Hoje deixei a Nina na escola, ela almoçou em casa e depois fomos. Acredite, ela se agarrou nos meus cabelos. ELA NUNCA FEZ ISSO. Aos berros para que eu não fosse embora. Eu fui. Precisava ir, tinha trabalho pra entregar. Fui chorando pela rua. A professoram também já tinha me dito que ela tem perguntado mais por mim na escola. Acho que é porque estamos passando mais tempo juntas. Espero que melhore, pra você e pra mim, rs! Beijos querida!

    ResponderExcluir
  14. Vai passar Dani, vai passar. Espero hahahah
    Aqui esta igualzinho. Terrívelmente difícil.
    A ultima do Nino foi se jogar no chão do shopping e ir se virando até o outro lado do corredor gritando. Onde esta a mãe dessa criança? Edu ficou irritadíssimoooo e eu não sabia o qwue fazer! Mas enfim. Vai passar. Espero parte 2,
    Bjocasssss

    ResponderExcluir
  15. Bom, não vou nem dizer que estou no mesmo barco porque você já sabe. Só me resta retribuir o abraço e dizer que eu espero que passe mesmo.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  16. Passando por aqui só pra desejar um feliz dias das mães pra vc, Dani!

    ResponderExcluir
  17. Final de semana movimentado, estou com tudo atrasado, inclusive o sono! heheheh
    Agora é correr atrás do prejuízo inclusive preciso fugir da comida, pois devo ter ganho um quilo nessa brincadeira toda, rs.
    Um ótimo início de semana para você!
    Bjus
    Rafaelando

    ResponderExcluir
  18. Como você disse ao longo de todo o texto, é fase sim!
    hehe
    Claro que ela está sentindo a mudança, mas não necessariamente é um sentimento ruim, apenas, diferente! Ela deve estar insegura.... mas vai passar!

    Vai sim!

    ResponderExcluir
  19. Será que ela precisa mais da sua atençao? Pense nisso.

    ResponderExcluir
  20. Aqui o chororô é intenso, mesmo comigo em casa. Neguinha chora até no meu colo. miabraça?

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para viajar no comentário! =)
Ele será respondido por aqui mesmo, ok?

Beijas!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 


up