23 março 2012

/

Bebê ou criança??

16 comentários:

  1. Dani...que lindo!

    Que texto emocionante...como você escreve bem!

    tô aqui, pensando em tudo...em como minha filha é ainda um bebê (para mim), em como ela está crescendo e em como é bom ser mãe!!!

    adorei,
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Lindo! Obrigada pela citação!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei! Qualquer semelhança com a minha filha de 15 meses não é mera coincidência! Só a parte de dormir no banho que seria impossível aqui em casa, pq Catarina NÃO dorme de jeito nenhum (exagero, dorme de vez em qdo). Bjs pra vcs, gostei de compartilhar da sua felicidade!

    ResponderExcluir
  4. Dani por aqui é assim tbm ao mesmo tempo que temos uma pequena tão carinhosa, o gênio forte! Boa sorte pra gente né =)

    O texto está realmente lindo, adorei, esse amor não tem limites é lindo demais! Beijão

    ResponderExcluir
  5. Que texto delicioso, Dani! Por aqui o Gui só não sai correndo quando apareço com a colher de remédio porque não aprendeu a caminhar, mas já me vejo atrás dele como tu. O pior é ele cuspir longe todinho o conteúdo da colher, manchando o que tiver na volta.
    Amei a última frase, posso usar? Também amo tão absurdamente, que acho que enlouqueci.

    E tem como ser diferente?

    Beijão

    ResponderExcluir
  6. hummm... ai como o tempo é cruel com as mães!!!!!!
    meu grandão tb não é mais bb... nhó!
    bjo bjo

    ResponderExcluir
  7. A Emmilly desde os três meses todo dia toma banho de chuveiro, pelo
    menos um dos banhos, ou comigo ou como pai! Amo esse momento, mas dormir no banho é novidade!!
    Amei seu texto!! Achei o final lindo!
    E ai vc conseguiu colocar a marca-d'água?

    ResponderExcluir
  8. Elas estão crescendo, nossas meninas... Mas também mantenho e curto tudo que resta de bebê nela!
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Dani,
    O tempo realmente passa muito rápido. Impressionante! Ontem mesmo estávamos aqui vendo as fotos de quando chegamos na Alemanha e só tínhamos o Felipe, um menino de apenas 1 ano e meio e daqui a pouco fará 5 anos. Tem hora que não acredito!
    Meu marido brinca comigo e diz: -"É está ficando velha! Olha os cabelos brancos..." "-Daqui a pouco ele estará viajando, saindo pelo mundo afora".
    Como é mais fácil para os pais olharem os filhos saindo pelo mundo afora. Para nós, mães, dá um aperto e é tão difícil.
    Quanto ao jeito de ser dou muita risada, pois meu marido costuma brincar dizendo: "- Para quem será que ele puxou?"
    Então, pergunto o mesmo para você...rs
    Mas Dani aproveite mesmo! Tome banho junto, curta cada minuto ao lado da Laura e comece a pensar no segundinho, vai...rs Super apoio!
    Um grande beijo e bom final de semana. Qualquer novidade, dou notícias! Caso contrário, até segunda-feira.

    ResponderExcluir
  10. É isso aí, o clube das mães! rs.
    Sentimos as mesmas dores, angústias e nostalgia do tempo que passou, do bebê que cresceu, rs.

    Aqui em casa eu e a minha mãe sempre usamos a frase de uma vizinha dela que não admite que a neta é fogo, ela diz que a menina é de opinião. Virou piada né? Cada arte da Maitê eu e minha mãe emendamos, mas ela não é fogo, é de opinião! aahahahah

    Obrigada pelas palavras carinhosas!
    Um ótimo final de semana.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Que lindo post ... quando eu crescer quero escrever = a vc! hehehehe .. tb tenho a mesma sensação, as vezes me pego chamando a Luma .. "Vem k bebê" .. e ela já diz: bebê não mamãe, menina ... kkkkkkkkkkkkkk ... vai fazer 2 aninhos mês que vem .. mas acho que pra gente pode ter 30 e vão continuar sendo nossos bebês .. hahahha .. bjs amigaaaa

    ResponderExcluir
  12. Que texto lindo!!!
    Disse tudo muito bem sobre ser mãe, sobre as mudanças das meninas, afinal, a Lara com quase 19 meses anda nessa estrada entre a bebê e a criança também!!!

    E a gente enlouquece mesmo! haha

    ResponderExcluir
  13. Pois é minha filha, a Laura é mesmo uma pessoinha ímpar, adorável! Vale a pena curtir cada momento, cada fase e certamente ainda nos emocionaremos com outros lindos momentos ...
    Mas o tempo passa e os filhos crescem, geram seus filhos, mas serão sempre nossas crianças, nossos bebês. Ainda que não existisse nenhuma tecnologia, nenhum registro, jamais esqueceremos as imagens de nossas criaturinhas em desenvolvimento. Não raro, sonho com vocês, filhos amados, ainda pequeninos!!! Sou apaixonada pelos meus filhos e agora também pela Laura e tantos outros netos que virão!!!
    Bendita seja a família!!!
    Amoooooooooo

    ResponderExcluir
  14. Meu menino está começando a parecer um molequinho, mas ainda acho ele muito bebezinho, apesar de tudo! mas eu to gostando de ter um molequinho mais independente!

    valeu pela visita no meu blog!

    ps.: o dr. celso atende convenio? rs é vc que sempre fala dele no mmqd? rs

    beijo!

    ResponderExcluir
  15. Lembra que vc me perguntou de onde tiro informação para os posts de moda e vc disse que esperava não ser da wikepedia? rs. Vc viu que eu respondi, ahahaha!
    A cada pesquisa eu lembro de vc!

    Beijos e um ótimo início de semana!

    ResponderExcluir
  16. Dani, eu tentei aproveitar ao máximo a fase de bebê. Fiz o Henrique adormecer no meu colo até nao caber mais e ele mesmo se sentir incomodado. Com dois anos eles vão adquirindo muita independência. O bebe vai ficando para trás e ganhamos rapazes e mocinhas . Tb é uma fase maravilhosa. Hoje os únicos resquícios de bebe são o paninho que ele segura para dormir e as vezes que me pede colo - e eu dou claro! Sobre o gênio , acho que todos testam nossos limites ao máximo. Quando é birra sou firme. Mas quando quer só atenção e denguinho eu dou. Vamos assim , tentando aproveitar cada minuto e aprendendo a cada dia a encontrar um equilíbrio. Beijos

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para viajar no comentário! =)
Ele será respondido por aqui mesmo, ok?

Beijas!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 


up